• Vivência do Carisma Scalabriniano pelos colaboradores, alunos e familiares das Instituições.
  • Excelência em todos os serviços prestados.
  • Trabalho em equipe com ética e responsabilidade nas relações.
  • Desenvolvimento da autonomia intelectual e do pensamento crítico e analítico.
  • Estimulo ao desenvolvimento das potencialidades, habilidades e competências dos agentes da educação.
  • Educar / aprender com amor e firmeza.
  • Utilização de metodologias atualizadas e contextualizadas no processo ensino-aprendizagem.
  • Formação continuada dos colaboradores.
  • Buscar o autoconhecimento e o conhecimento científico do fazer pedagógico.
  • Cultivo de um ambiente adequado ao crescimento humano, intelectual e ao desenvolvimento profissional.
  • Aplicação das diretrizes do PISA, MEC, ENEM, CFE e conselhos dos respectivos estados.
  • Interdisciplinaridade enquanto força motriz.
  • Aplicação da compreensão de que o homem é complexo, único em sua diversidade, conserva a unidade do múltiplo e a multiplicidade do uno.
  • Compreensão de que um projeto pedagógico articula três aspectos importantes: 1º ÉTICO-POLITICOS, valores, atitudes e comportamentos os quais definem a identidade ético-politica da formação escolar, 2º EPISTEMOLÓGICO, cuja função essencial é de produzir o conhecimento para ser apropriado pelo aluno com o objetivo de compreender o mundo, a época e resolver problemas. 3º DIDATICO-PEDAGÓGICOS, cujos valores, atitudes, comportamentos e habilidades de conhecimentos dependem de estratégias (métodos) de ensino e de aprendizagem que envolvem as relações entre professor e aluno e administração da escola.
  • Da diretrizes acima resulta o processo de avaliação pedagógica sendo que a mesma não é conclusiva, mas indicativa do grau de conhecimento que o aluno obteve para sua aplicação em diferentes situações práticas.